Blog da Univittá

Como eu trato? Meu animal estácom diarreia há muito tempo, o que faço?

Como eu trato? Meu animal estácom diarreia há muito tempo, o que faço?

Em artigos anteriores tivemos a oportunidade de discutirmos: “O que devo saber para solucionar o problema de diarreia de meu animal?”, e “O que temos no mercado hoje para tratar a diarreia de nossos animais?”, esses posts nos serão muito úteis para definirmos o que fazer em cada caso.

Quando nos deparamos com uma diarreia aguda, altamente líquida que surgiu de forma repentina, nem sempre é o caso de nos desesperarmos, pois a diarreia nada mais é que um sintoma; um sintoma que indica que algo precisa ser removido do intestino de forma rápida. Nesses casos não sendo uma diarreia fétida ou reflexa de uma administração de alguma medicação, cuidar da hidratação do animal e suspender momentaneamente a dieta pode ser bem eficaz para reverter o quadro.

Mas nem sempre é assim tão fácil... na maioria das vezes os animais chegam ao profissional ou ao centro médico com uma diarreia instalada a vários dias o que dificulta muito a reversão rápida da causa da enfermidade, pois além de lidar com a causa inicial desse sintoma temos que lidar com a complicação desse animal em se apresentar com a flora devastada, com poucas bactérias fisiológicas o que tornará bem mais lenta a melhoria da diarreia.

Nesses casos onde se caracteriza como uma diarreia crônica o aporte medicamentoso injetável com hidratação e polivitamínicos são fundamentais. Mas não entramos com antibióticos? Depende muito... para intervir com antibióticos não podemos fazer de forma indiscriminada antes de ter exames laboratoriais bem definidos, pois além de gerar resistência do patógeno em questão, a utilização de qualquer medicamento nesse sentido poderá prejudicar e devastar ainda mais a flora.

Em casos crônicos de diarreia a associação de probióticos a base de bactérias, probióticos a base de leveduras vivas e um prebiótico de amplo espectro pode ser bem interessante. Nesse caso, o probióticos a base de leveduras o Pro-Sacc será responsável por mudar o ambiente gastrointestinal, deixando um ambiente favorável para as bactérias celulolíticas, bactérias próprias da microbiota dos animais e que em maior quantidade favorecerá a digestibilidade e a absorção de nutrientes.

Os probióticos à base de bactérias trabalhará na reposição rápida da flora do animal. Nesses casos não é recomendado o uso continuo desse tipo de produto, onde recomendamos somente que seja administrado até que o sintoma da diarreia melhore. O motivo de parar a administração no momento que o animal melhorar da diarreia deve-se ao fato de que não podemos interferir na formação da flora intestinal do animal, deixando somente a ação do Pro-Sacc que favorecerá o ambiente intestinal.

A utilização de prebióticos como o MOS associado aos probióticos tem o objetivo de neutralizar as bactérias patogênicas, onde a parece celular de levedura se ligará a elas não deixando que as mesmas se fixem na parede intestinal, fazendo com que o próprio fluxo gastrointestinal leve essas bactérias para fora do intestino. O MOS também promoverá a aglutinação desses agentes infecciosos o que favorecerá o sistema imunológico do animal. Paralelamente a isso, caracterizando uma ação prebiótica o MOS poderá servir de substrato para diversas bactérias do trato gastrointestinal do indivíduo.

Tratar de uma diarreia crônica não é nada fácil... e não se tem uma receita de bolo, pois as causas podem ser diversas. Nesse artigo podemos raciocinar e discutir clinicamente de um caso específico, por isso a consulta de um médico veterinário para debater cada ponto se faz muito necessário e cada dia sem intervir poderá agravar ainda mais o quadro e o tornar irreversível.

 Uma vez acometido por uma diarreia de longo prazo ou em um período de desenvolvimento o animal poderá ter grave comprometimento na digestibilidade e na absorção dos nutrientes o que  torna indispensável a utilização de probióticos à base de leveduras para o resto de sua vida, a fim de prevenir possíveis recidivas e otimizar a absorção dos nutrientes.

 

Saiba onde comprar produtos Univittá:
Encontre o revendedor mais próximo.
Compartilhe este post:

Postado Por: Allan Rômulo

Allan Rômulo
Medico Veterinário, empresário fundador da Univittá Saúde Animal, pós graduado em administração de empresas pela FGV. Formulador e desenvolvedor de tecnologias para nutrição animal, com experiência em marketing veterinário e venda de produtos de conceito.

Leia Também:

Gostou deste post? Deixe seu comentário