Blog da Univittá

O que são Prebióticos?

O que são Prebióticos?

Por definição Prebióticos ou Aditivos Prebióticos são ingredientes não digeríveis que beneficiam a microflora intestinal do hospedeiro estimulando seletivamente o crescimento e a atividade de um tipo ou mais bactérias benéficas, melhorando a saúde desse hospedeiro.

O termo Prebiótico foi criado por volta de 1995 por Gibson & Roberfroid, e tem como principal ação estimular o crescimento e/ou ativar o metabolismo de bactérias benéficas ao hospedeiro no trato gastrointestinal.

Muito se tem estudado sobre o mecanismo de ação e os benefícios dos Prebióticos, mas devido as vastas formas de ação torna-se impossível definir um único mecanismo. O que se sabe é que a utilização desse ingrediente proporciona ações benéficas superiores aos antibióticos promotores de crescimento por não deixar resíduos nos produtos de origem animal e não promover resistência à essas drogas, além de ser 100% natural.

Os Prebióticos apresentam algumas características que os definen:

  1. Não devem ser metabolizados ou absorvidos durante a sua passagem pelo trato digestivo superior;
  2. Podem servir como substrato a uma ou mais bactérias intestinais benéficas (estas serão estimuladas a crescer e/ou tornarem-se metabolicamente ativas);
  3. Possuir a capacidade de alterar a microflora intestinal de maneira favorável à saúde do hospedeiro;
  4. Devem induzir efeitos benéficos sistêmicos ou na luz intestinal do hospedeiro.

Os Prebióticos como já mencionado, são substâncias que agem muitas vezes alimentando e estimulando o crescimento de diversas bactérias intestinais benéficas, cujos metabólicos atuam também reduzindo o pH através do aumento da quantidade de ácidos orgânicos, presentes no ceco. Por outro lado, atuam bloqueando os sítios de aderência (principalmente a D-Manose), imobilizando e reduzindo a capacidade de fixação de algumas bactérias patogênicas na mucosa intestinal. Especula-se que os oligossacarídeos possam atuar também estimulando o sistema imune, através da redução indireta da translocação intestinal por patógenos, que determinariam infecções após atingir a corrente sangüínea.

O MOS (Mananoligossacarídeos), são oligossacarídeos sintéticos obtidos através da polimerização direta de alguns dissacarídeos da parede celular de leveduras ou fermentação de polissacarídeos. Os oligossacarídeos sintéticos têm apresentado melhores resultados como Prebiótico e menos efeitos colaterais.

Saiba onde comprar produtos Univittá:
Encontre o revendedor mais próximo.
Compartilhe este post:

Postado Por: Allan Rômulo

Allan Rômulo
Medico Veterinário, empresário fundador da Univittá Saúde Animal, pós graduado em administração de empresas pela FGV. Formulador e desenvolvedor de tecnologias para nutrição animal, com experiência em marketing veterinário e venda de produtos de conceito.

Leia Também:

Gostou deste post? Deixe seu comentário