Blog da Univittá

O que são os mananos e os betaglucanos?

O que são os mananos e os betaglucanos?

Tanto os mananos quanto os betaglucanos são estruturas da parede celular de levedura (Saccharomyces cerevisiae) que muitas vezes podem ser separados por hidrólise enzimática, sendo muito utilizadas na nutrição humana e animal.

Os mananos são oligossacarídeos (hidratos de carbono) que compõem a parte externa da parede da celular da levedura. Eles se ligam às micotoxinas por meio de pontes de hidrogênio e ligações de Van der Walls, impedindo que sejam absorvidas pelo organismo animal. Por isso são reconhecidos como um ingrediente de amplo expectro de adsorção. Além disso,

Os betaglucanos são polissacarídeos (carboidratos que por hidrólise originam uma grande quantidade de monossacarídeos), um grupo diversificado de moléculas que podem variar no que diz respeito à massa molecular, a solubilidade, a viscosidade, e a configuração tridimensional. Essa estrutura por sua vez contribui para microflora intestinal aglutinando bactérias patogênicas, apresentando-as para células imunocompetentes, mediadores químicos e ativam os macrófagos, promovendo maior atividade fagocitária e melhorando a resposta imunológica do animal.

De forma prática temos que considerar que tanto uma estrutura da parede como a outra estimulam e contribuem para o sistema imunológico não de forma isolada, mas de forma conjunta. O mananoligossacarídeos (M.O.S = manano + betaglucano) trabalham em conjunto como um sistema chave fechadura tanto para as bactérias patogênicas quanto para as micotoxinas.

 

Saiba onde comprar produtos Univittá:
Encontre o revendedor mais próximo.
Compartilhe este post:

Postado Por: Allan Rômulo

Allan Rômulo
Medico Veterinário, empresário fundador da Univittá Saúde Animal, pós graduado em administração de empresas pela FGV. Formulador e desenvolvedor de tecnologias para nutrição animal, com experiência em marketing veterinário e venda de produtos de conceito.

Leia Também:

Gostou deste post? Deixe seu comentário