Blog da Univittá

Por que fazer um exame pré compra de um cavalo?

Por que fazer um exame pré compra de um cavalo?

Antigamente toda e qualquer negociação principalmente no meio agropecuário era feito “na base do rolo”, não somente nesse seguimento, pois dificilmente alguém chamava o mecânico para dar aquela famosa olhadinha antes de comprar um carro usado. Mas os tempos são outros, com o passar do tempo as pessoas foram entendendo que assim como a compra de um carro pode gerar despesas altíssimas, a compra de um cavalo lesionado pode levar a perdas irreparáveis, tanto na compra de um cavalo de esporte como na compra de um simples amigo para passear.


Vários fatores são relevantes na compra de um cavalo, pois encontrar o cavalo ideal que atenda as particularidade e expectativas, a condição sanitária e de saúde que o animal se encontra e onde esse animal se encontra torna a tarefa de compra uma missão nada fácil.


Dessa forma, deixando a emoção um pouquinho de lado o “exame pré-compra e/ou avaliação pré-compra” é fundamental para se evitar desalentos futuros e principalmente “peleias” que pode levar a inconvenientes para o animal e para seus proprietários. Dessa forma, aderindo a um exame de compra realizado por um profissional gabaritado (Médico Veterinário) pode se evitar:


- Evitar que seja adquirido um animal que necessitará de tratamentos veterinários inesperados;

Pode-se evitar de adquirir um animal que terá menor vida útil esportiva do que era pretendido pelo comprador ou mesmo que tenha algum problema que o impossibilite de exercer determinada função”;

- Evitar que valores sejam gastos valores sem que seja garantido o fim que se destina a compra;

- Evitar que o animal adquirido não seja apto para a função e prática desejada;


Mas o que de fato é um “exame pré-compra e/ou avaliação pré-compra”?


Trata-se de um conjunto de exames e avaliações feitas por um médico veterinário que irão vir de encontro e dar ferramentas para que o comprador venha a adquirir um cavalo ou mesmo fazer a triagem de alguns animais, no momento anterior ao fechamento do negócio.


Para tanto, o exame pré-compra ou melhor essa avaliação não deve ser feita de forma simples e subjetiva pela aparência (principalmente quando o objetivo for de se executar atividades esportivas). Dessa forma, para que essa avaliação seja criteriosa ela se divide em tipos de exames e etapas, como exames clínicos, físicos e complementares.   


Mas antes de mais nada é fundamental que o veterinário submeta o animal a uma anaminese detalhada considerando e tomando nota de informações e históricos clínicos que possam ser relevantes, seguindo para uma avaliação de conformação para avaliar sua movimentação desde ao passo, trote, movimentação em círculos, quando for apropriado, ao galope e sua dinâmica no salto.


Essa prévia no exame deve ser minuciosa, onde deve ser levado em conta informações adicionais sobre a saúde e potencial atlético desse cavalo, pois dependendo da atividade que o animal exerce teremos diferentes estruturas e também diferentes tipos de exames que poderão ser priorizados. Tomando nota dessas informações o veterinário poderá dar maior segurança ao futuro comprador na sua tomada de decisão, minimizando a possibilidade de que se adquira um animal com maior potencial em sofrer lesões por esforço ou mesmo adquirir equinos que já possuam alterações que os predisponham a uma curta vida atlética. Além disto, um animal lesionado não deve ter o mesmo preço de venda de um cavalo sadio.


Dica para o futuro proprietário


Todo proprietário é um criador, dessa forma é importante que o mesmo faça o máximo de visitas possível não somente para ele montar como pedir a outra pessoa montar para poder olhar o cavalo. Onde neste momento, deve-se observar o comportamento do animal enquanto se movimenta, notando suas dificuldades e reações. Sempre que possível é interessante que o comprador leve um treinador profissional de confiança para opinar sobre o cavalo.


Pergunte ao vendedor do cavalo sobre o histórico do cavalo, quais doenças teve, se apresentou cólica, se está habituado e a quanto tempo ele faz o exercício, se já recebeu algum tipo de tratamento.


Analisar a real necessidade de se adquirir o animal e, sabendo o destino e/ou função que ele quer dar a esse animal. Orientar o futuro comprador que os cavalos são animais com exigências de manejo muito próprias e em alguns casos individualizados é uma atitude de muita responsabilidade, pois esses animais necessitam de cuidados e ambientes apropriados onde haja profissionais com experiência e dedicação permanente, e a falha em atender a essas exigências podem acarretar no surgimento de problemas, trará rapidamente frustração e prejuízo ao comprador do animal.


Toda mudança é um estresse e minimizar isso é ter uma posse responsável e garantir a longevidade do animal. Tentar adequar aos poucos a dieta do animal, proporcionando uma adaptação na ração, um volumoso de qualidade e acesso fácil ao mineral são ferramentas importantes nessa adaptação.


A Univittá tem em sua linha com diversos produtos que proporcionam essa adaptação e melhoria da qualidade de vida dos animais. O Pro-SACC, um aditivo probiótico a base de Saccharomyces cerevisiae garante a melhoria da microbiota intestinal o que pode minimizar riscos com cólicas, diarreias e proporcionar o ganho de peso, minimizando os efeitos maléficos da adaptação dos animais a um novo ambiente.


Não deixe de usar, e garanta a saúde intestinal e a qualidade de vida de seu animal.

Saiba onde comprar produtos Univittá:
Encontre o revendedor mais próximo.
Compartilhe este post:

Postado Por: Administrador

Administrador

Leia Também:

Gostou deste post? Deixe seu comentário