Blog da Univittá

Saiba como desenvolver a musculatura do seu cavalo

Saiba como desenvolver a musculatura do seu cavalo

Depois de lançado, o suplemento para equinos Crescer apresentou efeitos únicos no desenvolvimento da musculatura de cavalos atletas.

Pensado inicialmente para auxiliar no crescimento dos potros, ajudando a manter o equilíbrio corpóreo esquelético e muscular. Contudo, após certo tempo de utilização e alguns experimentos, percebeu-se que seus ingredientes caíram como uma luva para as exigências nutricionais dos animais expostos a altas cargas de exercício físico. 

O suplemento Crescer é composto principalmente por BCAA (sigla em que traduzido significa aminoácidos de cadeia ramificada), ou seja: Leucina, Isoleucina e Valina, aminoácidos essenciais para os equídeos, formando cerca de 35% dos músculos estriados dos equinos.

Os Aminoácidos de cadeia ramificada ajudam a diminuir a destruição de proteínas intracelulares, usadas para produção de energia corpórea. Por isso muitos defendem a suplementação desses aminoácidos para a construção de massa muscular magra.

Evidência e bases científicas

Segundo Jarige e Tisserand (1984), a quantidade e a qualidade das proteínas corporais precisam ser adequadas nos tecidos do animal - sejam eles as fibras musculares, o epitélio intestinal, ou mesmo a própria pele -, para que este possa crescer e se desenvolver.

É a partir desses aminoácidos livres, presentes em todos os tecidos e em todos os líquidos do organismo, que a síntese protéica é realizada.  Assim, o teor de aminoácidos essenciais reflete a qualidade das proteínas dietéticas, que melhora substancialmente com a suplementação de lisina à alimentação (Reitnour e Salbury, 1976).

Analisando a influência da cultura de S. cerevisae (presente no Crescer) na digestibilidade e na taxa de passagem de alimentos, em cavalos alimentados com concentrado e volumoso em proporções iguais. Os estudos concluem que a suplementação com levedura melhora a digestibilidade, consequentemente também a conversão alimentar. 

Com isso, a suplementação dos equinos resulta em uma melhor condição corporal, otimizando processos tanto produtivos quanto reprodutivos, e reduzindo os transtornos metabólicos como cólicas e laminites - processo inflamatório dos cascos de forma aguda, ou crônica (Medina et al., 2002).

Diferencial do suplemento Crescer

Buscando aumentar a segurança e garantir o desenvolvimento dos animais, incluímos na formulação o MOS, um aditivo prebiótico que desempenha uma excepcional função de adsorção de micotoxinas, minimizando a ação dos fungos responsáveis pela perda de aproximadamente 35% da produtividade.

O crescimento destes fungos também consome grande parte dos nutrientes que seriam voltados ao desenvolvimento do animal, mudando assim as características dos alimentos, fator de rejeição a ingesta, além de acarretar perdas desde as taxas reprodutivas até o desempenho atlético (GARCIA, 2007).

Além de totalmente composto em bases naturais (leveduras e aminoácidos), o Crescer não apresenta qualquer risco à saúde dos animais. Pelo contrário, seus efeitos positivos apresentaram-se mutio abrangetes do que o inicialmente proposto, unicamente para o desenvolvimento dos potros. 

 

Saiba onde comprar produtos Univittá:
Encontre o revendedor mais próximo.
Compartilhe este post:

Postado Por: Allan Rômulo

Allan Rômulo
Medico Veterinário, empresário fundador da Univittá Saúde Animal, pós graduado em administração de empresas pela FGV. Formulador e desenvolvedor de tecnologias para nutrição animal, com experiência em marketing veterinário e venda de produtos de conceito.

Leia Também:

Gostou deste post? Deixe seu comentário