Blog da Univittá

Saiba como melhorar o casco do seu animal com leveduras vivas

Saiba como melhorar o casco do seu animal com leveduras vivas
As leveduras são microorganismos eucariontes e unicelulares pertencentes ao reino dos fungos (Reino Fungi). São imóveis, quimio-heterotróficos, ou seja, retiram os nutrientes do meio ambiente circundante por digestão enzimática externa e aeróbios facultativos, o que significa que podem sobreviver na presença e na ausência do oxigênio, entretanto para que haja fermentação, condições de anaerobiose são necessárias. Já a sua reprodução, a qual ocorre de forma assexuada através de brotamento, necessita de condições de aerobiose. Para a nutrição das leveduras, vemos necessidade de uma fonte de carbono e de uma fonte de nitrogênio, orgânica ou não. A água também é um fator indispensável para a sua sobrevivência (Ana, Vieira, & Ifg-inhumas, 2012). 

Mecanismos de ação das leveduras nos animais: 

Os probióticos, são utilizados para proporcionar enzimas digestivas e tentar estabelecer equilíbrio desejável dos organismos intestinais e podem ser uma fonte de leveduras vivas como a Saccharomyces cerevisiae, para os animais (OITICICA, 2007). Probióticos são microrganismos viáveis, quantidades suficientes que atingem o intestino em estado ativo e, portanto, exercem efeitos positivos básicos sobre a saúde, tais como a modulação (transitória) da microflora intestinal do hospedeiro e a capacidade de interagir diretamente com o sistema imunológico ou mediada pela microflora são mecanismos básicos (DE VRESE & SCHREZENMEIR, 2008). 

Leveduras e Biotina

As leveduras, no organismo do animal, participam também do estímulo à produção de algumas vitaminas, como as vitaminas do complexo B (de Moura et al., 2009). 
As vitaminas estão diretamente ligadas ao processo de formação e manutenção da qualidade do casco, sendo que as vitaminas A, D, e do complexo B, e em especial a biotina, merecem destaque (BERTENCHINI, 2013). 
E como sabemos, a nutrição é um dos principais fatores que influenciam a qualidade do casco. Sendo que a deficiência de minerais, proteínas e vitaminas na dieta afeta a queratogênese e o aspecto exterior de todas as partes do casco. Cascos escamosos e quebradiços sugerem que o animal apresenta deficiência nas substâncias específicas que constituem o casco, biotina (Zúccari1, Shiroma2, & Bertozzo, 2014). 
Sabemos que segundo Oliveira, 2011 os equinos sintetizam as vitaminas do complexo B e para animais em manutenção a suplementação é praticamente desnecessária.
O que é visto por aí, entretanto, são animais que apresentam cascos frágeis terem fornecimento insuficiente de biotina, isto ocorre, pois, a saúde digestiva do animal está com problemas, por isso as leveduras, possibilitando uma melhor condição no TGI, também estimula a produção dessas vitaminas do complexo B. 

Prevenção da laminite 

Atualmente os carboidratos estão presentes em grandes quantidades nas dietas dos equinos, mas é necessário que haja equilíbrio entre carboidratos estruturais e não estruturais, já que a ingestão de quantidades elevadas de amido na dieta do cavalo pode não ser totalmente digerida no intestino delgado, chegando ao ceco e cólon, e promovendo o desequilíbrio da microbiota intestinal (BRAGA, 2006). Essa mudança na microbiota pode ter como consequência uma queda brusca do pH, podendo causar distúrbios gastrointestinais, deixando assim, o cavalo mais susceptível a cólica e laminite. A levedura de Saccharomyces cerevisiae tem sido estudada em dietas para equinos a fim de melhorar a fermentação da fração fibrosa e contribuir para que não ocorram alterações indesejáveis devido ao excesso de concentrado na dieta, principalmente pela fração de carboidratos hidrolisáveis e fermentáveis, como o amido (Gobesso, Taran, Gonzaga, Françoso, & Centini, 2011). Observa-se, portanto que a suplementação com leveduras ativas, pode prevenir quadros de laminite. 

Como esses benefícios garantem a qualidade do casco: 

A saúde do casco está diretamente relacionada com a nutrição do animal, para um animal com cascos fortes e saudáveis, é necessário que haja um balanceamento da sua dieta, enquanto as leveduras ativas, irão ajudar na saúde digestiva do mesmo, modulando sua microbiota intestinal e potencializando a produção de vitaminas importantes para o crescimento e integridade do casco. 
Nota Univitta. " Pensando em ajudar os criadores e proprietários que possuem problemas com os cascos de seus animais, a Univitta lança no mercado o Foot Balance, um suplemento mineral vitamínico composto por elementos essenciais que auxilia a manutenção da integridade dos cascos através de produtos com elevada biodisponibilidade e eficácia. É indicado para equinos e bovinos em qualquer fase de desenvolvimento.


Ana, D., Vieira, D. P., & Ifg-inhumas, D. A. S. (2012). Microbiologia Geral.
de Moura, R. S., Simoes Saliba, E. de O., de Almeida, F. Q., Quintao Lana, A.

BRAGA, A.C. Níveis de Fibras na dieta total de Equinos. 2006. 46 p. Dissertação (Mestrado) Universidade de Brasilia, Distrito Federal, 2006.
Bertenchini AG. 2013. Nutrição de monogástricos. Lavras, U.F.L.A. 373.

DEVRESE, M.; SCHREZENMEIR, J. Probiotics, prebiotics, and synbiotics. In: Food biotechnology. Springer Berlin Heidelberg, 2008. p. 1-66. Available from: <https://link.springer.com/chapter/10.1007%2F10_2008_097>. Accessed: Feb. 27, 2018. doi: 10.1007/10_2008_097.

M., Silva, V. P., & de Rezende, A. S. (2009). Feed efficiency in Mangalarga Marchador foals fed diet supplemented with probiotics or phytase. REVISTA BRASILEIRA DE ZOOTECNIA-BRAZILIAN JOURNAL OF ANIMAL SCIENCE.

Gobesso, A. A. de O., Taran, F. M. P., Gonzaga, I. V. F., Françoso, R., & Centini, T. N. (2011). Utilização de leveduras na alimentação de equinos , 1–22.

OITICICA, P. C. Avaliação do efeito da suplementação dietética a base de Saccharomyces cerevisae sobre o ganho de peso, altura, perfil hematológico e índice de cólica de potros em crescimento. Dissertação (Mestrado em Diagnóstico e Cirurgia de Equinos) – Faculdade de Jaguariúna, São Paulo, 2007.

Oliveira, D. E. (2011). Aspectos Sobre Nutrição E Alimentação De Equinos. Agroceres - Nutrição Animal, (January), 22.

Zúccari1, C. E. S. N., Shiroma2, M. Y. M., & Bertozzo, B. R. (2014). Avaliação do equilíbrio do casco equino, (May).
 
 

Saiba onde comprar produtos Univittá:
Encontre o revendedor mais próximo.
Compartilhe este post:
Dr. Alexandre Augusto de Oliveira Gobesso
Prof Dr. Alexandre augusto de Oliveira Gobesso Médico Veterinário - Universidade Estadual de Londrina – 1988 Mestre em Medicina Veterinária/Nutrição Animal - Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia /USP – 1997 - Doutor em Zootecnia/Produção Animal Fac. de Ciências Agrárias e Veterinárias/Unesp/Jaboticabal/SP – 2001 Livre Docente - Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia /USP – 2009 Professor Responsável pela Disciplina: Produção de Equinos - Curso de Medicina Veterinária Professor e Orientador - Mestrado e Doutorado na Área de Nutrição e Produção Animal - Pesquisador Responsável - Laboratório de Pesquisa em Saúde Digestiva e Desempenho de Equinos - Departamento de Nutrição e Produção Animal - Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia/USP - Campus de Pirassununga/SP

Leia Também:

Gostou deste post? Deixe seu comentário