Blog da Univittá

Benefícios da utilização de levedura viva na alimentação de ovinos

Benefícios da utilização de levedura viva na alimentação de ovinos
Atualmente, os benefícios da leveduras vivas são reconhecidos mundialmente, suportados por toda nossa experiência e conhecimento de leveduras e apoiados por resultados contundentes de pesquisas realizadas em instituições de renome internacional.

Benefícios Recepção

– Induz, com maior eficiência o consumo de alimentos concentrados
– Diminui a incidência de diarreias
– Aumenta o ganho diário de peso
– Melhora a conversão alimentar
– Reforça o sistema imunológico diminuindo os problemas digestivos (especialmente os causados por E. Coli e
Salmonela) e respiratórios
– Permite a racionalização do uso de antibióticos
– Favorece o equilíbrio microbiológico do tudo digestivo, melhorando o processo de digestibilidade

Benefícios Estabulados/Confinados

– Melhora o ganho de peso
– Ajuda a manter o equilíbrio microbiológico do rúmen, favorecendo o processo digestivo e melhorando a eficiência
ruminal
– Estimula o sistema imunológico, o que melhora a resposta produtiva
– Melhora a conversão alimentar
– Aumenta o consumo de matéria seca
– Diminui a incidência de problemas de acidose e laminite
– Aumenta a digestibilidade de energia na dieta
– Diminui os efeitos negativos do “stress”calórico
– Melhora o rendimento da carcaça

Benefícios em Pastoreio

– Melhora a digestibilidade dos pastos de baixa e média qualidade
– Aumenta o ganho diário de peso
– Aumenta a disponibilidade de energia para crescimento
– Ajuda a manter o equilíbrio microbiológico do rúmen, favorecendo o processo digestivo e melhorando a
eficiência ruminal
– Aumenta a produção de leite das matrizes, resultando em bezerros mais pesados
– Estimula o sistema imunológico, o que melhora a resposta produtiva
– Melhora a conversão alimentar
– Diminui os efeitos negativos do “stress”calórico
– Melhora o rendimento da carcaça

Composição

BIOSAF Procreatin7 é um concentrado de leveduras vivas (cios) com um conteúdo mínimo de 10 bilhões de UFC/g (Unidades Formadoras de Colonia/grama) do produto.

Modo de Ação

1. Elimina o oxigenio residual presente no rúmem
A levedura é um microorganismo facultativo que tem a capacidade de cosumir a oxigênio presente no rúmem que é tóxico para as bactéria benéficas, promovendo um aumento destas populações bacterianas.
2. Estabiliza o pH ruminal
Promove o crescimento de bactérias consumidoras de lactato (ex. Selenomonas ruminantium), reduzindo os problemas de acidose ruminal.
3. Estimula a produção de ácidos graxos voláteis (AGV’s)
Ao promover o crescimento dos microorganismos do rúmem, aumenta a degradação do alimento e a produção de AGV’s, que representam até 2/3 da enegia disponível aos ruminantes.

Observações
A literatura especializada comprova que o uso contínuo de leveduras vivas melhora a resposta imunológica, aumentando a resistencia aos desafios sanitários e melhorando a resposta ãs vacinações, Em vacas leiteiras reduz significativamente a contagem de células somáticas no leite (CCS), efeito este demonstrado por trabalho realizado por Equipe do CNPGL da Embrapa.

Doses

1 a 2g/cabeça/dia
Saiba onde comprar produtos Univittá:
Encontre o revendedor mais próximo.
Compartilhe este post:

Postado Por: Allan Rômulo

Allan Rômulo
Medico Veterinário, empresário fundador da Univittá Saúde Animal, pós graduado em administração de empresas pela FGV. Formulador e desenvolvedor de tecnologias para nutrição animal, com experiência em marketing veterinário e venda de produtos de conceito.

Leia Também:

Gostou deste post? Deixe seu comentário