Blog da Univittá

Palatite em equinos “TRAVAGEM”

Palatite em equinos “TRAVAGEM”

A palatite, também conhecida como “travagem”, é uma inflamação do palato duro, trata-se de uma inflamação do céu da boca do equino, ocasionando um inchaço da parte interna superior da cavidade oral, muitas vezes ultrapassando a linha dos dentes incisivos (dentes frontais). Este sintoma muito característico desta patologia, é que proporciona uma dificuldade na apreensão, mastigação e deglutição do alimento. Muito importante é saber que somente o aumento de volume do palato não acompanhado de inflamação, dificuldade de mastigação e emagrecimento, porém pode não ser indicativo de intervenção terapêutica, já que muitos animais convivem normalmente com está condição.

Etiologia

A palatite pode ocorrer em equinos de todas as idades, mas a causa pode variar conforme a idade do animal; Em potros, entre 24 e 60 meses quando ocorre a erupção dentária dos incisivos permanentes, pode originar problema, principalmente quando há uma demora na eliminação total dos dentes de leite; Animais adultos o principal causador de palatite é a alimentação, uma dieta muito grosseira ou seja capim seco, duro e com talos grossos ou mesmo uma dieta com excesso de grãos principalmente o milho inteiro, provocam uma inflamação no palato causando a tão conhecida “travagem”.

Sinais Clínicos

Inflamação do céu da boca do equino, o que ocasiona um inchaço do palato, devido a isso, o animal apresenta uma mastigação lenta e dolorosa, salivação e exposição constante da língua, provocando um emagrecimento lento e progressivo, há também um grande desperdício de ração já que o animal deixa muita ração cair pois não consegue fazer uma boa mastigação ou até a rejeição do alimento fornecido.

Prevenção e Controle

Pode-se prevenir a palatite em potros com um acompanhamento do médico veterinário, a cada seis meses até que o animal tenha trocado toda sua dentição e se inicie o doma, já em cavalos adultos o acompanhamento do médico veterinário pode ser feito a cada um ano, mas não é só este cuidado de se deve ter, outro ponto importante é a dieta oferecida, atualização de grão inteiros como o milho deve se evitar, assim se também o fornecimento de volumoso muito seco, duro e com talos grossos; Os tratadores e cavaleiros também podem avaliar a boca do animal para ver se não tem ferimentos e/ou corpo estranho, antes de utilizar os cavalos como forma de inspeção, a fins de detectar qualquer anormalidade na cavidade oral do animal.

Diagnóstico
 
O diagnóstico só pode ser dado por um Médico Veterinário, através de exames clínicos, sinais, sintomas e histórico do equino; Somente com um exame bem detalhado da cavidade oral é possível diagnosticar a causa desse aumento de volume do palato e atribuir um tratamento de forma ética e correta.

Tratamento

O tratamento da palatite vem sendo alterado nos últimos anos, a inflamação será auto limitante, mas para que isso ocorra o manejo alimentar precisa ser alterado, com o fornecimento de volumoso de boa qualidade e evitar o fornecimento de grãos inteiros; O uso de anti-inflamatórios se faz necessário em alguns casos de inflamação mais severa; Já o procedimento cirúrgico será realizado caso o médico veterinário veja necessidade.

Saiba onde comprar produtos Univittá:
Encontre o revendedor mais próximo.
Compartilhe este post:

Postado Por: Gabriel Fernandes

Gabriel Fernandes
Estudante de medicina veterinária, amante dos cavalos e atualmente trabalha no departamento de marketing e relacionamento com o cliente na Univittá Saúde Animal.

Leia Também:

Gostou deste post? Deixe seu comentário