Blog da Univittá

Quais são as propriedades curativas da Arnica?

Quais são as propriedades curativas da Arnica?
A arnica é uma planta muito conceituada nas medicinas ancestrais dos povos europeus e, atualmente, também na moderna fitoterapia.

As propriedades curativas e os benefícios que a arnica traz ao nosso corpo já são conhecidos há muitos séculos e, cada vez mais considerados pelas medicinas modernas. O que atrai na arnica é a sua capacidade de agir no combate às situações dolorosas (contusões, dores de cabeça, machucados) e seu potencial anti-inflamatório, comprovadamente efetivo, para além do seu uso consagrado como cicatrizante e no combate às hemorragias. Também é reconhecida em suas ações anti-séptica e analgésica, tônica e estimulante.

O seu uso externo é consagrado para situações, tais como:
Dores musculares
Hematomas;
Torções;
Escoriações;
Contusões;
Edemas relacionados à fraturas e dores reumáticas dos músculos e articulações;
Processos inflamatórios da orofaringe;
Furunculose;
Picadas e ferroadas de insetos;
Flebite superficial;

É preciso, já de cara, dizer que a arnica é hepatotóxica. Não é para sair por aí fazendo chazinho de arnica para qualquer dor. É importante se saber que tipo de arnica se está usando e qual a dose adequada.

Mas, você sempre poderá usar arnica externamente, em compressas e macerados e pomadas sem medo. Claro, na fitoterapia existe a tintura de arnica, que bem dosada pode ser tomada sim e, na homeopatia, a arnica montana dinamizada, que não tem nenhum perigo de ser usada.

O gênero arnica tem 30 espécies espalhadas, e usadas, pelo mundo afora mas, as que nós vamos considerar aqui são a Arnica montana e a Arnica chamissonis pois, são as duas que contêm helenalina, uma lactona de poderosa ação anti-inflamatória.

Como seu nome já diz, a arnica é uma erva das altas montanhas da Europa e que também se encontra, nativa, na Sibéria e nas altas montanhas temperadas da América do Norte.

Então, vamos lá ao uso tópico da arnica, é  em tintura, chá, macerado ou pomadas que nós recomendamos para alívio e tratamento de dores musculares ou articulares.

Também você pode encontrar no mercado pomada e gel de arnica, em diferentes concentrações do seu princípio ativo, práticas para serem aplicadas, em qualquer lugar, 2 a 3 vezes ao dia, em massagens suaves na região dolorida.

Propriedades curativas da arnica

Segundo nos disse Isabella Massamba, PHD em Ciências Naturais e especializada em botânica e etnobotânica: "As propriedades desta planta são, provavelmente, devidas à ação combinada dos compostos fenólicos e flavonoides, os quais têm um papel fundamental em mecanismos envolvidos na redução de mediadores inflamatórios (moléculas, gerado em um foco inflamatório, capaz de modular a progressão da inflamação e sua possível cronicidade) e as toxinas que geram radicais livres. A aplicação de compostos de arnica estimula o aumento da produção de antioxidantes: isto ajuda na prevenção de danos de tecido, ferimentos e a superprodução da membrana sinovial, em alguns casos de artrite".
Saiba onde comprar produtos Univittá:
Encontre o revendedor mais próximo.
Compartilhe este post:

Postado Por: Allan Rômulo

Allan Rômulo
Medico Veterinário, empresário fundador da Univittá Saúde Animal, pós graduado em administração de empresas pela FGV. Formulador e desenvolvedor de tecnologias para nutrição animal, com experiência em marketing veterinário e venda de produtos de conceito.

Leia Também:

Gostou deste post? Deixe seu comentário